Outubro Rosa: projeto de extensão da Unioeste leva mulheres para realizar mamografia no Huop

Previous Next

Mulheres que já foram vítimas de violência, foram convidadas a participarem da última ação da Campanha Outubro Rosa no Hospital Universitário do Oeste do Paraná (Huop), nessa quinta-feira (29). A programação contou com palestra sobre câncer de mama e saúde da mulher, além da realização do exame de mamografia. A atividade faz parte do projeto de extensão “Fortalecendo Vidas, ressignificando os direitos das mulheres”, da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), em parceria com a Delegacia da Mulher.

O objetivo dessa ação, de acordo com a Delegada da Mulher, Bárbara Raquel Valeski Strapasson, é empoderar as mulheres com o conhecimento sobre a saúde feminina. “Quando abordamos sobre violência em contrapartida falamos também sobre o empoderamento da mulher. Conhecer sobre a saúde, sobre as eventuais doenças e formas de prevenção, são formas de empoderamento. Precisamos ressaltar que combater a violência contra a mulher é possível através do diálogo e parcerias entre a polícia, universidade, hospital, e um trabalho de toda a sociedade”, ressalta.

O reitor da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Alexandre Webber, também destacou a importância de parcerias com a universidade, assim como a abordagem do tema saúde da mulher durante o Outubro Rosa. “Vivenciei um diagnóstico de câncer de mama na família, e precisamos ressaltar a importância do diagnóstico precoce. A Unioeste está de portas abertas para fazer ainda mais para a sociedade, e atender aqueles que mais precisam. Parcerias como essa são importantes para cumprirmos e divulgamos o nosso papel de extensão”, enfatiza.

O diretor geral do Huop ressaltou ainda que o hospital está de portas abertas para ações com a comunidade externa. “Através desses projetos de extensão abrimos nosso atendimento para toda a comunidade externa, e para quem mais precisa. O diálogo e parcerias como essa são importantes para que possamos mostrar o trabalho realizado pelo hospital”, comenta.

A programação dessa quinta-feira (29) iniciou com a palestra, ministrada pela enfermeira Nagmara Engel, que destacou a importância da prevenção. “É o melhor caminho para evitar todas as doenças, e por isso, essas informações são extremamente importantes para todas”, diz. Logo depois, as mulheres foram encaminhadas para realizar a mamografia. O resultado será disponibilizado dentro do período de cinco dias, e se houver alguma alteração, a equipe ainda pode solicitar novos exames para complementar o diagnóstico, como ultrassom ou ressonância, que também são feitos no Huop.

*PARTICIPANTES*

Além de representantes da Delegacia da Mulher, estiveram presentes no evento representantes do Conselho Municipal da Mulher; do Abrigo de Mulheres de Cascavel; da Patrulha Maria da Penha da Guarda Municipal;, além do vice-reitor da Unioeste, Gilmar Mello; diretora de Enfermagem do Huop, Sara Treccossi; e diretor administrativo do Huop, Rodrigo Barcella.

O projeto de extensão “Fortalecendo Vidas, ressignificando os direitos das mulheres”, coordenado pela professora Janete Ritter, contará ainda com outras atividades, que serão realizadas pela universidade em parceria com a Delegacia da Mulher.


Imprimir