Já respondeu o questionário?

Previous Next

A Unioeste quer saber: Como você se sente servidor?

Como você está? Quase um ano e meio após o Brasil estar oficialmente ainda vivendo um período de pandemia; ouvir uma pergunta assim, em um momento em que abraços estão restritos e fazem falta, a conversa franca chega quase como um abraço...acalento. E é exatamente isso que a Unioeste quer, saber de você: Qual a sua realidade? O que está passando nesse momento da pandemia?

A iniciativa de ouvir um a um, de realizar esse diagnóstico de forma individualizada e sigilosa, surgiu a partir da união de setores da Universidade Estadual do Oeste do Paraná e do Hospital Universitário do Oeste do Paraná preocupados com a realidade de cada servidor (agentes universitários e docentes); estagiários, funcionários que compõem os 5 campi da Unioeste, Reitoria e HUOP: Para que isso aconteça de forma eficaz e direcionada. A PRORH levou a preocupação para o Reitor e Diretores de cada campi da necessidade de conhecer a realidade do conjunto dos servidores e assim estabeleceu como uma das ações a serem desenvolvidas para o planejamento de restruturação das atividades, a realização do diagnostico por meio de um questionário, objetivo e sucinto que traz como principal intenção  ouvir, como está cada servidor individualmente.

 “Temos a consciência que a pandemia não trouxe para nós só questões físicas, de saúde ou sequelas. O diagnóstico não trata somente se teve ou não coronavírus, se tomou a vacina ou não, é sobre como realmente estamos. Precisamos saber como o servidor está, de maneira geral. Tudo importa, a vacinação; se recebeu ou não as doses; ou se optou por não vacinar; a saúde emocional: o que cada um passou, caso tenha tido a doença, como ficou? Perdeu familiares, pessoas próximas? Essa escuta precisa ser individual, por isso é tão importante a adesão de todos os servidores para que nós possamos saber o que essa situação pandêmica trouxe para sua vida”, explica Joseane Rodrigues da Silva Nobre, Pró Reitora de Recursos Humanos.

“Sentimos a necessidade de identificar como nosso servidor está, seja ele na sua condição vacinal, emocional ou na estrutura de trabalho, pessoal e familiar, para entendermos o momento que a instituição está inserida”, conta a Diretora de Desenvolvimento Humano Sandra Regina Fernandes de Albuquerque Alves.

Diagnóstico

Esse questionário já está disponível no e-mail de cada um que faz parte do corpo de funcionários, agentes universitários/docentes/estagiários da Unioeste/Huop, mas pode ser respondido de maneira leve e tranquila, seja de um computador ou do celular, outra forma disponibilizada é o QR CODE que facilita ainda mais o acesso às perguntas. Neste primeiro momento todos terão até dia 19/07/21 para tirar um tempinho para essa “conversa”.

“ É um processo de compreensão mesmo, entender como cada um está atualmente”, lembrou Monica Celis Stelmach do Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho do HUOP. É um cuidado importante com cada pessoa que foi inserida no último ano no contexto da pandemia e que parte da Unioeste, contribui com a Universidade. “O Sesmt (Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho) tem esse papel de cuidar do servidor, e de dar essa atenção básica e se possível especializada na saúde ocupacional. Para isso precisamos compreender mais e reconhecer como está esse momento depois de 1 ano e meio para os servidores

Esse diagnóstico será realizado simultaneamente nos campi da Unioeste e também entre servidores do Hospital Universitário do Oeste do Paraná, que convivem diariamente a Covid-19 diretamente, desde o início da pandemia, conforme relata Franciely da Rosa de Castro da Divisão de Recursos Humanos do HUOP “Como a campanha de vacinação iniciou com os profissionais da saúde, no HUOP a grande maioria dos servidores recebeu a vacina, porém uma situação nova é que aconteceram muitas contratações desde o início da pandemia, já que na medida que as pessoas são admitidas, elas precisam ser vacinadas, precisamos então identificar o servidor, entender como estão”

Participação

A participação de todos é essencial para essa análise tão importante, ouvir o que cada um tem a dizer é de extrema importância para que a Universidade entenda como deve agir. Além, do e mail, link e QRCODE os campi, por meio das Divisões de Recursos Humanos, estarão dispostos a auxiliarem no acesso ao questionário, caso seja necessário.

 Mais do que uma análise vacinal, esse é um momento de entendimento pessoal e profissional, vivido por cada um. Queremos ouvi –lo!

Abaixo segue o link:  

https://forms.office.com/r/7CMbxex5GG

Texto e fotos: Thiago Leandro

Arte: Thiago Valdevino