Histórico

Histórico 2015-2021

Em 2015, inicia-se um processo de trabalho por meio de projeto de extensão com escolas públicas do campo da rede estadual da região Sudoeste do Paraná, objetivando rearticular as escolas, em duas frentes: formação continuada dos professores e implementação de práticas pedagógicas interdisciplinares, rearticulando os vínculos entre comunidade, escola, estudantes e professores.

Inicialmente, a formação continuada se dava num grupo permanente de estudos em uma escola central ou em outros espaços na cidade; mais tarde, os encontros de formação passaram a ser fixos na universidade, nos dois modos, os professores tinham que se deslocar desde seus municípios para Francisco Beltrão. Esta forma prejudicava a participação, pois não havia possiblidade de flexibilizar datas e dias da semana, conforme as necessidades do trabalho dos professores e também pela forma de contratação do Processo Seletivo Simplificado (PSS) que lhes impunha o trabalho em diversas escolas e horários.

Da parte dos professores, houve uma forte adesão ao projeto de rearticulação das escolas, mesmo que este trabalho lhes demandasse grandes desafios. Deixar a escola e o processo construído, depois de um ano trabalhando nesta perspectiva, era motivo de descontentamento, pois na escolha de aulas do ano seguinte, no PSS, eram encaminhados a outras escolas. Efetivavam-se vínculos com as comunidades, com os colegas e com os estudantes, contudo, perdiam-se a cada ano pela troca de escola. Estes vínculos eram rompidos pela rotatividade provocada por esta forma de contratação, fazendo com que, muitas vezes, se desinteressassem pela especificidade da escola, da comunidade e dos sujeitos, assim como pelos resultados de seu trabalho.

A análise destes diversos elementos vivenciados nos anos de 2015 e 2016, levou a compreendê-los como contradições deste tempo. As reflexões sobre como partir deste quadro, sendo capazes de superar estes limites e, baseados em outras referências já vivenciadas, fez com que, no ano de 2017, se organizasse uma Rede de Formação de Professores com o propósito de manter articulados os professores pela formação e pelo compartilhamento das práticas em curso nas escolas. Cria-se, então, a REFOCAR – “Rede de Formação de Professores pelo Fortalecimento das Escolas Públicas do Campo: Caminhos de Conhecimento e Resistência”. O objetivo primordial da Refocar é de favorecer os vínculos e a identidade dos educadores pelo enraizamento nas escolas públicas do campo. A criação da Refocar possibilita o aprofundamento do conhecimento dos professores que atuam em escolas do campo pela formação, levando-se em conta a especificidade do trabalho nessas escolas. Fortalece-se, neste sentido, as escolas públicas do campo, ao aproximar os estudos, as práticas pedagógicas e os sujeitos que dela participam.

A REFOCAR é retratada por um símbolo que mistura elementos da Educação do Campo no país e da especificidade desta organização, que se produz entre contradições e mediações em curso, num trabalho inicial com estas seis escolas públicas do campo: as mãos entrelaçadas simbolizam a diversidade que se une ao girassol formando uma rede e, de seu miolo de terra fecunda, brota o livro e, nele a sigla Refocar. Abriga-se numa escola estilizada na cor vermelha, demarcando a luta pelo não-fechamento e pelo fortalecimento destas escolas do campo, garantidas pela legislação, mas ainda não implementada.
Refocar

Fonte: Arquivos do GEFHEMP – 2017

Compreendida como um caminho de resistência para dar voz a este segmento de professores, a rede se organizou por meio de um projeto permanente de extensão, com uma coordenação para a sua operacionalização.

No ano de 2018, tomando-se como referência uma plataforma de estudos on line pelo sistema da Unioeste, do Grupo de Estudos sobre Pedagogia Histórico-Crítica (GEPHC), pensou-se na possiblidade de também organizar uma Plataforma on line para os grupos de estudos da REFOCAR que assim, poderiam organizar-se mais próximos das escolas ou dos municípios onde vivem e trabalham estes professores.

Em 2019, a continuidade desse processo de formação da Refocar efetivou-se pela implantação desta Plataforma on line, com a formação de grupos de estudos espalhadas por diversas escolas da região Sudoeste do Paraná, ampliando significativamente a participação de educadores/ras. Em 2020 e 2021, continuamos essa trajetória, fortalecendo esse processo qualitativo de formação, com a ampliação de temáticas, bibliografias, roteiros de estudos e, sobretudo, pela formação de outros e novos Grupos de Estudos. Nesse período os encontros de formação deram-se pela plataforma on line da Refocar.

Publish modules to the "offcanvas" position.

Nós usamos cookies
Nós usamos cookies no nosso site. Alguns deles são essenciais para o funcionamento do site, enquanto que outros ajudam a melhorar o site e a experiência do usuário. Você pode decidir se quer permiti-los ou não. Tenha em mente que, em caso de rejeição, você não será capaz de usar todas as funcionalidades do site.