SESMT da Unioeste disponibiliza boletim sobre Coronavírus

SESMT da Unioeste disponibiliza boletim sobre Coronavírus

O Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) programou um Plano de Prevenção em resposta a um surto de doença respiratória causado pelo novo coronavírus (Covid-19) que foi detectado pela primeira vez na China e que agora está presente em mais de 115 países, inclusive no Brasil. O SESMT fornecerá informações atualizadas à medida que estas estiverem disponíveis.

Em 30 de janeiro deste ano, o Comitê Internacional de Emergência sobre Regulamentos Sanitários da Organização Mundial da Saúde declarou o surto uma “Emergência de Saúde Pública de Interesse Internacional” e na sequência o Brasil entrou em Nível 3 de Atenção: Emergência de Saúde Pública, com o surgimento do primeiro caso confirmado em São Paulo (no momento com 37 casos).

Origem e disseminação do vírus

 Os coronavírus fazem parte de uma grande família de vírus comuns em pessoas e em muitas espécies diferentes de animais, incluindo morcegos gatos e camelos. Raramente, os coronavírus animais podem infectar pessoas e depois se espalhar, como aconteceu com o  MERS-CoV , SARS-CoV e agora com esse novo vírus (chamado SARS-CoV-2) em transmissão inter-especies.

O vírus SARS-CoV-2 é um betacoronavírus, como MERS-CoV e SARS-CoV. Todos esses três vírus têm origem em morcegos.

No início, muitos dos pacientes no epicentro do surto em Wuhan, província de Hubei, na China, tinham alguma ligação com um grande mercado de frutos do mar e animais vivos, sugerindo a disseminação de animais para pessoas.  A disseminação de pessoa para pessoa foi posteriormente relatada fora de Hubei e em países fora da China, inclusive no Brasil. 

Gravidade da doença

O quadro clínico completo em relação ao Covid-19 não é totalmente conhecido. As doenças relatadas variam de muito leves (incluindo algumas sem sintomas relatados) a graves, incluindo doenças que resultam em morte. Embora as informações até agora sugiram que a maioria dos casos seja leve, há sinais de que a doença grave ocorre em aproximadamente 16% dos casos. Pessoas idosas e pessoas de todas as idades com comorbidades - como doenças cardíacas, doenças pulmonares e diabetes, por exemplo - parecem estar em maior risco de desenvolver uma doença grave de Covid-19.

Avaliação do risco

Para a maioria das pessoas, o risco imediato de ser exposto ao vírus que causa o Covid-19 é baixo. Atualmente, esse vírus não é comum no Brasil. As pessoas que têm maior risco de exposição são os:

  • Os profissionais de saúde que cuidam diretamente de pacientes com Covid-19 estando expostos aos vírus.
  • Contato próximos de pessoas com a doença ativa.
  • Os viajantes que retornam de países afetados onde a disseminação está ocorrendo, com aumento de risco dependendo do local.
  • Os idosos e os portadores de comorbidades.

Ações preventivas:

  1. Higiene cuidadosa e repetitiva das mãos. Higienização com água e sabão ou na falta destes, antissepsia com álcool gel, principalmente após o contato com objetos, materiais, contatos, corrimões em locais de grande fluxo, etc.
  2. Evitar o contato próximo entre as pessoas principalmente em locais fechados ou com pouca ventilação.
  3. Evitar o cumprimento entre as pessoas através de beijos e abraços.
  4. Se tossir ou espirrar, o fazer utilizando a chamada tosse com etiqueta ou tosse higiênica direcionando-a para seu antebraço ou axila ou anteparo (lenço) que deve ser imediatamente descartado.
  5. Não compartilhar bombas de chimarrão, tererê, narguilé e outros objetos de uso pessoal.
  6. Caso apresente quadro de resfriado, gripe, tosse seca ou febre alta após entrar em contato com pessoa suspeita de infecção por coronavírus ou que tenha estado nos últimos 14 dias em contato com suspeito, coloque em si mesmo uma máscara do tipo cirúrgica e avise imediatamente o Centro de Operações de Emergência do seu município (os números serão disponibilizados no próximo boletim).

O SESMT/Unioeste está criando grupos de whatsapp através dos quais os servidores serão orientados em relação a evolução da atual situação assim como esclarecer eventuais dúvidas. Caso você queira participar destes grupos encaminhe seu número de telefone/WhatsApp para: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Texto: Ana Cauneto/SESMT

Publish modules to the "offcanvas" position.

Nós usamos cookies
Nós usamos cookies no nosso site. Alguns deles são essenciais para o funcionamento do site, enquanto que outros ajudam a melhorar o site e a experiência do usuário. Você pode decidir se quer permiti-los ou não. Tenha em mente que, em caso de rejeição, você não será capaz de usar todas as funcionalidades do site.